quinta-feira, 12 de novembro de 2009

Corte Chanel.



O corte de cabelo Chanel já se tornou algo que muitas mulheres estão utilizando, esse corte faz com que a mulher fique com uma personalidade mais forte, tornando-a mais charmosa, sensual e rejuvenescida.
O corte Chanel fez bastante sucesso nos anos 20.30 e 60, criado pela estilista Coco Chanel em 1918, atualmente o corte de cabelo Chanel retorna com bastante estilo e força, ele ganhou características interessantes. Pode-se usar o corte Chanel desfiado na altura dos ombros, batido na nuca, com franja dentre outros, são muitas opções.

O corte Bob ou Chanel tradicional tem a base totalmente reta e as pontas viradas para dentro, e foi inventado pelo cabeleireiro francês Antoine em 1910. Mas só virou moda na década seguinte quando a sensual atriz de filme mudo Louise Brooks apareceu com o pescoço totalmente à mostra. O nome chanel só surgiu bem mais tarde, quando a estilista

após um pequeno acidente, que queimaram as pontas dos seus cabelos Com pressa e para não se atrasar aos inúmeros compromissos ela teve que corta-los rente á nuca, e por ter puxado os fios para trás o corte ficou simétrico na nuca e assimétrico nas laterais, dando assim um charme especial ao penteado. Assim pérolas em especial, bijuterias em geral, ganharam lugar de destaque entre os acessórios, cachecóis enrolaram-se com classe nos pescoços das mulheres e seu corte de cabelo tornou-se simétrico, reto, mostrando a nuca – o eterno corte CHANEL.

As madames se espantaram com aquele corte e a invejaram…

A técnica consiste em separar os fios em camadas, e após esse processo deve-se corta-los em degradê deixando-os cerca de um centímetro de diferença entre as mesmas, ou seja, mais curto na nuca e mais comprido nas demais camadas.

No caso apresentado aqui foram realizados alguns tratamentos que possibilitaram a redução de volume dos fios. Após a coloração dos fios, foi aplicado a Escova da Amazônia, um excelente redutor de volumes que age nos fios hidratando-os por até três meses. Com esse tratamento será fácil a secagem, pois a Escova da Amazônia age com a ação do secador deixando os cabelos lisos e ou modelados.

E para quem não pretende fazer a Escova da Amazônia, pode-se fazer uma escova comum, ou mesmo variar no estilo de corte Chanel, repicando os fios de maneira inversa, ou seja, mais comprido na nuca e subindo com as camadas em degradê.

Vale lembrar que somente um profissional habilitado realizará esses tipos de cortes com perfeição, pois se deve fazer uma análise do rosto e dos fios para um resultado satisfatório.

Andréa pretendia um visual mais leve e que evidenciasse seus traços fortes, sentia-se envelhecida com a imagem anterior. Após saiu do salão realizada!.

Ficha técnica:

Corte e visagismo: Luís Garcia.

Tonalização dos fios: Cidinha Elias.

Escova da Amazônia: Cidinha e Cecília Rocha.

Maquilagem para dia: Wilson Castilho.

Modelo: Andréa Soave.

Um comentário: